BIOGRAFIA

Lars Johann Yngwie Lannerback nasceu em Estocolmo, Suécia, no ultimo dia de Junho 1963. O casamento entre o pai de Yngwie, um capitão do exercito e sua mãe, uma mulher com aptidões artísticas, terminou em divorcio pouco depois de que Yngwie nasceu. Sendo o filho menor em um lar aconchegante, que incluía a sua mãe Rigmor, sua irmã Ann Louise, e seu irmão Bjorn, Yngwie (a quem sua mãe o chamou assim por ser o nome de um antigo namorado) era selvagem e rebelde e lhe encantava "tudo o que tivesse violência".
Tentativas prematuras de aprender piano e trompete falharam e o violão que sua mãe lhe dera quando tinha 5 anos estava encostado na parede de sua casa. Mas em 18 de setembro de 1970 quando Yngwie viu um programa de TV sobre a morte do grande Jimi Hendrix, sentiu uma chama acender em seu cérebro.
O jovem Yngwie assistiu espantado como Hendrix emocionava o publico com toneladas de feedback e oferecendo em sacrifício sua guitarra, no dia em que Jimi Hendrix morreu, Yngwie o guitarrista nasceu.  Aproveitando sua curiosidade e persistência, primeiro com uma velha Mosrite e depois com uma Stratocaster barata, Yngwie mergulho na música de bandas como Deep Purple e passou horas descobrindo os segredos das composições.
Sua admiração por Ritchie Blackmore o influenciou a tocar música clássica, assim, com ajuda de sua irmã, conheceu os pais da música: Bach, Beethoven, Vivaldi e Mozart, enquanto Yngwie absorvia as estruturas clássicas dos maestros, seu prodigioso estilo começava a tomar forma. Tocava horas e horas todos os dias, até que começava a dormir, quase caindo sobre sua guitarra.
Quando completou 10 anos pegou o nome de solteira de sua mãe: Malmsteen e focou todas suas energias na música, tempos depois deixou a escola onde estava matriculado como um estudante muito rebelde e problemático, pois tinha constantes brigas com seus colegas, mas ao mesmo tempo, se destacava nas matérias que lhe agradavam: inglês e arte.
Sua mãe notando o dom musical de Yngwie e lhe permitiu que ficasse em casa escutando discos e tocando sua guitarra onde sua maestria no instrumento progrediu enormemente. O que faltava entre as estruturas formais da música clássica e o forte estilo de Hendrix ele encontrou na música de outro virtuoso, o violinista do século 19 Nicolo Paganini. Vendo o violinista russo Gideon Kremer interpretando "24 Caprices" na televisão, compreendeu por fim como mesclar seu amor pela música clássica com sua velocidade, energia e presença teatrais.
 O ESTILO DE YNGWIE COMEÇA A EMERGIRAos 15 enquanto andava com sua bicicleta, decidiu que a escola não era para ele e a deixou definitivamente. Trabalhou um tempo como ajudante em uma Luthieria onde reparava guitarras e aprendeu a trabalhar com a madeira. Foi onde viu pela primeira vez um braço escalopado, quando chego um alaúde do século 17.
A madeira do braço estava cavada de tal maneira que as crestas formavam os trastes. Intrigado Yngwie cavou o braço de uma velha guitarra e se surpreendeu com os resultados assim repetiu o feito em guitarras melhores. O braço escalopado é um pouco mais difícil de se tocar do que um normal, porem o controle sobre as cordas melhorou tanto que Yngwie o adaptou como modificação permanente de seu equipamento, a Fender vende a guitarra Yngwie Malmsteen Stratocaster que inclui o braço escalopado, alem dos captadores DiMarzio.E nesse tempo, Malmsteen começou a tocar em varias bandas construídas na base de seu estilo explosivo, com largas explorações instrumentais para um publico sueco mas acostumado a grupos "pop" como ABBA.
Quando completou 18 anos, o exercito tratou de recruta- lo como oficial militar, baseado em suas altas qualificações no teste de inteligência. Yngwie apareceu no quartel e aparentemente possuído, colocou uma arma em sua cabeça e disse que preferia morrer que estar no exercito. Convencidos, os recrutadores o enviaram para sua casa.
Com uma formação prematura de Rising Force, Yngwie e vários de seus amigos gravarão umas demos com 3 musicas para a CBS sueca, porem as faixas nunca sentiram a luz. Frustrado, Yngwie sabia que tinha que deixar Suécia para chegar até onde ele queria, e começou a enviar demos a gravadoras e a contactos em todo o mundo. Uma de suas demos chegaram a mãos de Mike Varney que contribuía na Guitar Player e fundou Shrapnel Music.
YNGWIE VAI PARA A AMERICA 1 - STELLER
Yngwie foi convidado a se mudar para Los Angeles para unir-se a nova banda da Shrapnel: Steeler que contava com Ron Keel nos (vocais e guitarrras), Michael Dunigan na (guitarra solo), Bobby Eva na (bateria) e Tim Morrison no (baixo), e que havia lançado um single chamado cold day hell num vinyl de 45rpm.

Logo após esse single Bobby Eva, Tim Morrison e Michael Dunigan saem da banda e em seus lugares entram Mark Edwards (bateria), Rick Fox(baixo) e Yngwie Malmsteen (guitarra solo). A nova formação lançou então o primeiro álbum da banda. O debut do Steeler era um esplendido disco de Heavy Metal, onde sobre-saia o lendário solo de introdução de "Hot on your Heels".
YNGWIE VAI PARA A AMERICA 2 - ALCATRAZZ
E enquanto o disco se tornava famoso, Yngwie já havia se juntado ao Alcatrazz, uma banda fundada pelo vocalista Graham Bonnett (Rainbow, MSG) e que contava ainda com Gary Shea no baixo, Jan Uvena na bateria e Jimmi Waldo nos teclados.
E com esta formação gravaram o grande álbum No Parole From RocknRoll que fora lançado no final de 1983, neste álbum Yngwie já mostrava como seria suas futuras composições, ao que no Alcatrazz se produziram alguns dos solos mais incendiários de Yngwie como: "Kree Nakoorie", "Jet To Jet", e "Hiroshima Mon Amour", mas ele se sentia limitado, sendo assim, o único caminho era se lançar em uma carreira solo, mas antes de sair do Alcatrazz ainda fora lançado um álbum ao vivo o Live Sentence lançado em 1984.

ENFIM, CARREIRA SOLO
O primeiro disco foi "Rising Force", (hoje considerado como a Bíblia do rock neoclássico). E neste Barriemore Barlow (Jethro Tull)tocou a batería, Jens Johannson os teclados, Yngwie as guitarras e baixo e Jeff Scott Soto os vocais. Este fantástico álbum chegou ao numero 60 na listas da Billboard, algo muito impressionante para uma gravação quase que instrumental e sem nenhuma musica comercial. O álbum também foi indicado para o Grammy Awards pela melhor interpretação de rock instrumental.
Pronto as honras chegaram; foi elegido em varias revistas como o melhor guitarrista de rock, pouco depois de "Rising Force" ser elegido o álbum do ano. As poderosas harmonias entre teclado e guitarra de Yngwie e seu velho amigo Jens Johansson (hoje com Stratovarius) ajudaram a consolidar a Yngwie Malmsteens Rising Force como uma das melhores bandas, alem de criar um novo genero musical: O rock neoclássico.
Logo após em 1985 surge o novo álbum "Marching Out",no qual o baixo fora executado por Marcel Jacob e a bateria pelo irmão de Jens: Anders Johansson. Este disco era em sua maioria cantado e com algumas instrumentais, e neste mesmo ano surge o primeiro vídeo gravado ao vivo de sua carreira solo o Rising Force Live 85.  As composições neoclássicas de Yngwie alcançaram novas fronteiras com a aparição do álbum "Trilogy" em 1986. Neste álbum o vocal foi gravado por Mark Boals e mais uma vez Yngwie viria assumir as linhas de baixo em estúdio. Este álbum também trouxe grandes clássicos do artista como You Dont Remember, Ill Never Forget, Liar,Queen In Love e Trilogy Suíte Op:5, e também foi o primeiro a não conter o nome Rising Force. Para este ano a influencia de Yngwie em quanto a técnica e composição era inegável e centenas de clones tratavam de copiar seu estilo sem compreender sua idéia musical.No ano seguinte, 22 de junho de 1987, Yngwie Bateu seu Jaguar em uma árvore e bateu sua cabeça no volante, isto lhe causou um coagulo cerebral que causou danos nos nervos motores de seu braço direito.
Depois de estar em coma por quase uma semana, Yngwie voltou a si, só para descobrir que seu braço estava inutilizado, temeroso pelo futuro de sua carreira, empenhou em uma terapia muito dolorosa para regenerar os nervos.
Enquanto se recuperava, soube que sua mãe, a maior inspiração de sua vida, havia falecido de câncer na Suécia, e para complicar mais as coisas, um manager mau-caráter lhe havia deixado quase na ruína com montanhas de dividas medicas ha pagar. Em vez de deprimir-se e dar-se por vencido como muitos outros haviam feito, Yngwie se esforçou e voltou para a música.

O resultado foi "Odyssey" que não é um dos álbuns favoritos de Yngwie, porem fora aclamado por sua acessibilidade. O vídeo "Heaven Tonight", lhe deu grande projeção no âmbito mundial e o levou a ganhar um disco de ouro.

Com o ex-vocalista de Rainbow; Joe Lynn Turner, a tour de"Odyssey" levou gente de todas as classes aos concertos, e em fevereiro de 1989 foram para a então União Soviética donde fizeram uma serie de concertos extensos (6 meses antes do Moscow Peace Festival) o último concerto foi gravado em vídeo e áudio, sendo lançado como "Live In Leningrad / Trial By Fire", depois disto, os membros da banda tomaram caminhos diferentes e o nome Rising Force caiu em desuso.


Começando uma nova fase de sua carreira Yngwie se mudou para Miami, Florida e recrutou uma nova banda de amigos suecos. Nos vocais entrou Goran Edman que fora vocalista de John Norum, sua voz versátil se adaptou facilmente as difíceis melodias de Yngwie. Os outros postos foram ocupados por músicos não muito conhecidos fora da Suécia, porem extremamente talentosos: no baixo Svante Henryson; que tocava na una orquestra sinfônica, no teclado Mats Ollausson; conceituado músico de estúdio e arranjador, o baterista Michael Von Knorring.
O primeiro álbum com a nova formação foi "Eclipse" que contou com uma letra de sua esposa Erica Norberg na musica Devil in Disguise gravado e mixado no estúdio Criteria de Miami, bem o disco demonstrou um lado mais comercial, porem sem deixar o estilo neoclássico.  Uma má promoção pela multinacional Polygram, prejudicou enormemente as vendas nos Estados Unidos, porém no Japão e Europa ganhou discos de ouro e platina.
E na mesma época foi lançado a primeira coletânea do artista com uma versão em áudio e outra em vídeo chamada The Collection, onde continha vários dos seus clássicos, porem com algumas diferenças entre o álbum e o vídeo.

ADEUS POLYDOR
Com uma evidente frustração, Yngwie tem seu contrato cancelado com a Polygram em condições não muito amigáveis. Em março de 1991 o manager Nigel Thomas lhe conseguiu um contrato com a Elektra Records. O debut de Yngwie para Elektra foi "Fire & Ice", um disco não comercial com magníficas composições. As letras foram compostas baseando-se nos acontecimentos da vida de Yngwie (ele havia se divorciado de sua primeira esposa a cantora sueca Erica Norberg) e a música estava construída com base nas estruturas barrocas.
Com este álbum pode por fim cumprir com uno de seus mais ferventes desejos ao gravar com uma orquestra; isto aconteceu nos arranjos de "Badineire" originalmente na Suite Orquestral No. 2 (de J. S. Bach), que esta em "No Mercy" e no solo de "Cry No More". Aclamado pela critica "Fire & Ice" chega no Japão na posição numero 1 das listas de vendas e vendeu 100.000 copias no dia do lançamento. O disco chegou a ouro e platina na Europa e Ásia.
 YNGWIE GRAVA SEU PRIMERO ÁLBUM NO ESTÚDIO 308No inicio de janeiro Yngwie pois a funcionar o estúdio 308 e convidou a vários amigos (incluindo a Joe Lynn Turner, Jeff Scott Soto, David Rosenthal, Marcel Jacob, Jens Johansson e Mark Boals) para um projeto. Por muitos anos, Yngwie teve o desejo de gravar algumas das musicas com que cresceu e que lhe influenciaram de uma ou outra maneira, que certamente incluíam a Deep Purple, Rainbow, U.K, Kansas, Scorpions, Rush e Jimi Hendrix. Com seus amigos e com os irmãos Johansson tocando bateria e algumas faixas de teclado, o disco "Inspiration" começou a tomar forma, para meados de abril o álbum estava pronto e a capa foi pintada por Asari Yoda. Com a banda de "Magnum Opus" praticamente desmembrada, Yngwie formou uma banda para a tour que provou ser tão boa como qualquer uma anterior; Matts Olausson continuava nos teclados, o veterano Barry Dunaway diretamente de "Live In Leningrad no baixo, o vocalista do álbum "Trilogy" Mark Boals, e o extraordinário baterista Tommy Aldridge que havía estado em bandas como Whitesnake, Ozzy Osbourne e Pat Travers.
Na América do sul foi onde se estréio a nova tour, com milhares de brasileiros e argentinos enchendo estádios. A tour continuou nos Estados Unidos, Japão e Europa provando que o Heavy Metal melódico não havia morrido, mas sim que havia regressado com novas forças.

A tour de "Inspiration" chegou a seu fim em dezembro de 96, durante esse tempo, Yngwie fez varias clínicas de guitarra na Europa, a resposta dos fans a essas intimas sessões lhe fizeram prometer mas em um futuro um novo álbum.
Yngwie voltou para Miami para terminar seu álbum "Facing the Animal" com nada mais e nada menos que o lendário baterista Cozy Powell (músico de primeiríssimo nível que havia tocado com Rainbow, Black Sabbath, Emerson-Lake & Powell e um largo etc), Mats Olausson teclados, Barry Dunaway se encarregava do baixo e o virtuoso Mats Leven (Abstrakt Álgebra, Treat)nos vocais.
Este disco é um dos melhores trabalhos que Yngwie havia feito em sua vida, após Fire & Ice porem uma nova desgraça ocorreu: Em abril de 1998 Cozy Powell morreu em um acidente de transito, comovendo todo o mundo do rock. Yngwie rapidamente busca um substituto para a tour e encontra o sueco Jonas Ostman para a tour mundial.
Com esta nova formação sai um esplendido disco ao vivo que contem dois discos compactos onde toca canções de toda sua carreira solo e faz charme de agressividade e rapidez, este disco esta dedicado a Cozy Powell assim como toda a tour mundial (provavelmente o melhor de Yngwie Malmsteen ao vivo) e se intitula simplesmente "Live!!". Com este formato sai também um video que assim como o álbum foi gravado em dois shows no Brasil.
YNGWIE ESCREVE A HISTORIA Yngwie toca seu "Concerto Suite" com a New Japan Philharmonic e é todo um éxito em varias cidades do Japão. É em uma apresentação destas que lhe vem certas personalidades do governo chines e lhe convidam a fazer uma tour neste país!!!
Recordemos que Yngwie foi pioneiro em ir ao que até então era o regime comunista da U.R.S.S. e volta a repetir a façanha na China, onde o rock não é aceitado pelo governo socialista.
Continua....